No jogo Lugares e Saberes, os jogadores vivenciarão situações do cotidiano para resolver desafios com atividades para alfabetização. Trazemos a experiência do mundo real para o mundo virtual permitindo uma aprendizagem divertida e motivante.

O objetivo do jogo é contemplar o processo de alfabetização de diversas faixas etárias e, principalmente, atender jovens e adultos e alunos com necessidades educacionais especiais.

Na proposição de um jogo para o processo de alfabetização considerou-se as diretrizes nacionais que tecem os propósitos desta etapa, como os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN para o ensino fundamental (BRASIL, 1997), o Currículo Básico Comum (CBC) adotado pelo estado de Minas Gerais (SEEMG, 2008) e conteúdos trabalhados nas series iniciais do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – ENCCEJA (INEP, 2003) voltados para os conteúdos de português e matemática desta etapa introdutória do ciclo de alfabetização.

Quanto às noções da Matemática para o primeiro ciclo (BRASIL, 1997), os PCNs apontam que: os objetivos devem levar o aluno a utilizar da linguagem da matemática, linguagem oral (e de LIBRAS no nosso entendimento), observação e registros informais, de forma que leve o educando a interpretar e produzir escritas numéricas; estabelecer significados das operações fundamentais, com a resolução e construção de situações-problemas; desenvolver métodos de cálculo; utilizar como forma de se situar, localizar e deslocar, os pontos de referência; estabelecer pontos de posição entre objetos, interpretar e passar informações; saber diferenciar objetos no espaço e identificar formas bi e tridimensionais; utilizar descrições orais (ou sinalizadas), para elaborar estratégias de medida; empregar dados sobre tempo e temperatura; reconhecer o uso de tabelas e gráficos e interpretar as informações e a partir daí construir formas pessoais de registro de informações adquiridas; os conteúdos de matemática devem ser abordados deforma articulada, pois nessa fase os conhecimentos dos alunos não estão classificados em campos, mas estão interligados.

A proposta de Português nos PCN’s, no CBC e do ENCCEJA procuram trabalhar os conhecimentos que os alunos trazem de seu universo cultural. As atividades, portanto devem fazer sentido pra o educando, para elaboração dos conteúdos das atividades contidas do software. Estes documentos enfatizam o uso da linguagem em suas várias formas, por meio do código escrito, da comunicação oral (LIBRAS também), e de símbolos como possível forma de representar, interpretar as coisas do mundo, os fatos, os acontecimentos, os sentimentos, as ações e as reações dos seres vivos. Entre as habilidades que a língua portuguesa busca desenvolver destacam-se: atitudes e disposição favoráveis à leitura; conhecer os usos e funções sociais da escrita; compreender o princípio alfabético do sistema de escrita; ler e escrever palavras, sentenças, textos.

Neste ultimo conteúdo particularmente não se pode fazer uma indução literal destes quesitos uma vez que pessoas surdas estarão utilizando o português como segunda língua e portanto a forma de se apropriar desta língua é diferente da pessoa ouvinte que já a utiliza no seu cotidiano.

O trabalho destes conteúdos nos documentos indicados é por ciclo. As séries iniciais estão divididas em dois grandes ciclos de aprendizado: Ciclo Inicial de Alfabetização (com duração de três anos) e Ciclo Complementar de Alfabetização (com duração de dois anos), concluindo-se a primeira etapa do ensino fundamental. Esta proposta formulada pelo governo estadual de MG pretende tornar o processo de alfabetização mais flexível e evitar a ruptura do processo de aprendizagem para o desenvolvimento das capacidades que ela precisa construir, o que também é o foco deste projeto.

No jogo Lugares e Saberes, os jogadores vivenciarão situações do cotidiano para resolver desafios com atividades para alfabetização. Trazemos a experiência do mundo real para o mundo virtual permitindo uma aprendizagem divertida e motivante.

O objetivo do jogo é contemplar o processo de alfabetização de diversas faixas etárias e, principalmente, atender jovens e adultos e alunos com necessidades educacionais especiais.

Na proposição de um jogo para o processo de alfabetização considerou-se as diretrizes nacionais que tecem os propósitos desta etapa, como os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN para o ensino fundamental (BRASIL, 1997), o Currículo Básico Comum (CBC) adotado pelo estado de Minas Gerais (SEEMG, 2008) e conteúdos trabalhados nas series iniciais do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – ENCCEJA (INEP, 2003) voltados para os conteúdos de português e matemática desta etapa introdutória do ciclo de alfabetização.

Quanto às noções da Matemática para o primeiro ciclo (BRASIL, 1997), os PCNs apontam que: os objetivos devem levar o aluno a utilizar da linguagem da matemática, linguagem oral (e de LIBRAS no nosso entendimento), observação e registros informais, de forma que leve o educando a interpretar e produzir escritas numéricas; estabelecer significados das operações fundamentais, com a resolução e construção de situações-problemas; desenvolver métodos de cálculo; utilizar como forma de se situar, localizar e deslocar, os pontos de referência; estabelecer pontos de posição entre objetos, interpretar e passar informações; saber diferenciar objetos no espaço e identificar formas bi e tridimensionais; utilizar descrições orais (ou sinalizadas), para elaborar estratégias de medida; empregar dados sobre tempo e temperatura; reconhecer o uso de tabelas e gráficos e interpretar as informações e a partir daí construir formas pessoais de registro de informações adquiridas; os conteúdos de matemática devem ser abordados deforma articulada, pois nessa fase os conhecimentos dos alunos não estão classificados em campos, mas estão interligados.

A proposta de Português nos PCN’s, no CBC e do ENCCEJA procuram trabalhar os conhecimentos que os alunos trazem de seu universo cultural. As atividades, portanto devem fazer sentido pra o educando, para elaboração dos conteúdos das atividades contidas do software. Estes documentos enfatizam o uso da linguagem em suas várias formas, por meio do código escrito, da comunicação oral (LIBRAS também), e de símbolos como possível forma de representar, interpretar as coisas do mundo, os fatos, os acontecimentos, os sentimentos, as ações e as reações dos seres vivos. Entre as habilidades que a língua portuguesa busca desenvolver destacam-se: atitudes e disposição favoráveis à leitura; conhecer os usos e funções sociais da escrita; compreender o princípio alfabético do sistema de escrita; ler e escrever palavras, sentenças, textos.

Neste ultimo conteúdo particularmente não se pode fazer uma indução literal destes quesitos uma vez que pessoas surdas estarão utilizando o português como segunda língua e portanto a forma de se apropriar desta língua é diferente da pessoa ouvinte que já a utiliza no seu cotidiano.

O trabalho destes conteúdos nos documentos indicados é por ciclo. As séries iniciais estão divididas em dois grandes ciclos de aprendizado: Ciclo Inicial de Alfabetização (com duração de três anos) e Ciclo Complementar de Alfabetização (com duração de dois anos), concluindo-se a primeira etapa do ensino fundamental. Esta proposta formulada pelo governo estadual de MG pretende tornar o processo de alfabetização mais flexível e evitar a ruptura do processo de aprendizagem para o desenvolvimento das capacidades que ela precisa construir, o que também é o foco deste projeto.